Blog

Crédito Imobiliário Com IPCA Será Disruptivo E Mudará Mercado

Atualmente, as operações habitacionais têm juros corrigidos pela Taxa Referencial (TR) mais uma taxa prefixada– crédito imobiliário

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse nesta quarta-feira (31) que o lançamento de linhas de crédito imobiliário com juros referenciados pela inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) será uma “revolução” no mercado imobiliário.

O executivo falou pela primeira vez nesse modelo no início de junho, quando afirmou que a alteração na indexação ocorreria “em duas ou três semanas”. Atualmente, as operações habitacionais têm juros corrigidos pela Taxa Referencial (TR) mais uma taxa prefixada.

“O crédito imobiliário com IPCA será disruptivo, vai mudar o mercado. Estamos esperando apenas a autorização do Banco Central, mas acredito que o BC deve dar o aval para isso nos próximos meses”, acrescentou Guimarães nesta quarta.

Atualmente, a maior taxa para crédito imobiliário cobrada pela Caixa está em 11% + TR (Taxa Referencial, atualmente zerada). A menor taxa, aplicada a clientes com relacionamento com a instituição, está em 8,5% mais TR.

A mudança da TR para o IPCA tornará os financiamentos imobiliários mais imprevisíveis (e talvez mais caros), justamente porque a taxa referencial está zerada há anos. Na ocasião em que falou pela primeira vez nesse formato, Guimarães afirmou que a taxa prefixada será reduzida de forma “impactante”.

Para ele, a maior vantagem desse futuro formato de indexação é a maior facilidade de securitização da carteira imobiliária. Segundo ele, se a Caixa conseguir securitizar 10% da carteira de crédito imobiliário por ano, a oferta pode dobrar.

Fonte: Publicidade Imobiliária