Blog

Personal broker: qual sua função no mercado imobiliário?

A profissão de corretor de imóveis tem muitas características. Uma delas é a capacidade de se adaptar às novidades do mercado imobiliário, tornando-se sempre muito relevante para as pessoas interessadas em imóveis. Uma das novidades que vem chamando a atenção desses profissionais é o conceito de “personal broker”.

 

Trata-se de uma variação da atuação do corretor de imóveis tradicional, com o objetivo de atender a clientes com alto poder aquisitivo e que exigem grande eficiência nas negociações.

Para que você consiga compreender do que se trata esse tema, preparamos um artigo completo sobre o assunto. Leia até o final e descubra cada detalhe sobre o papel do personal broker no mercado imobiliário.

 Personal broker: um profissional que vende luxo

É importante esclarecer que o personal broker atua em um mercado extremamente restrito: o de imóveis de luxo. Portanto, para começar e trabalhar nesse segmento, é importante saber o que é um imóvel de alto padrão.

Imóveis de luxo possuem algumas características, vamos elencá-las a seguir.

Boa vizinhança

Um imóvel de luxo precisa ser cercado por imóveis do mesmo padrão. Portanto, uma casa grande em um bairro de classe média, por mais espaçosa e luxuosa que seja, pode não atrair a atenção de um investidor que contrata um personal broker.

Esse tipo de cliente dá muito valor à vizinhança, exigindo que sua propriedade seja cercada por moradores da mesma classe social. Trata-se de uma compreensão de status.

Localização

Um imóvel de alto padrão possui boa localização. Não é segredo para nenhum corretor que essa característica influi no valor das propriedades. Basta verificar os bairros que possuem o metro quadrado mais caro para entender esse conceito. Geralmente, esses bairros têm excelente infraestrutura, além de projetos arquitetônicos que tornam a experiência dos moradores mais agradável.

Privacidade

Um cliente que procura por um personal broker exige privacidade durante toda a negociação. Essa característica também é exigida do imóvel que será comercializado.

Portanto, aspectos como a descrição dos profissionais que atuam no condomínio, interação entre vizinhos e possibilidade de pessoas de fora terem acesso ao que ocorre dentro das propriedades devem ser avaliados.

Projeto do imóvel

Os imóveis devem ter projetos assinados por arquitetos talentosos e reconhecidos no mercado. A decoração deve seguir uma lógica. O ideal é trabalhar com profissionais que já apresentaram os seus projetos em eventos como a Casa Cor, por exemplo. O investidor em imóveis de luxo preza por ambientes espaçosos, tecnológicos e belos.

 

O imóvel de luxo como investimento financeiro

Qualquer corretor entende que a compra de um imóvel equivale a um investimento. No entanto, o personal broker precisa dominar as informações sobre o mercado imobiliário.

Isso é necessário porque o seu cliente não quer apenas uma casa para morar com sua família, ele quer uma propriedade que agregue valor ao seu patrimônio. Esse público já conta com profissionais que fazem suas análises financeiras e dão dicas de investimento, portanto, o personal broker deve ser um especialista em mercado imobiliário que somará forças a outras pessoas.

Por isso, esse corretor deve conhecer aspectos básicos sobre investimentos em imóveis de alto padrão, como:

Valorização acima da média

Imóveis de luxo costumam apresentar valorização superior à de imóveis de valor menor. Isso ocorre porque atuam em um mercado restrito, o que diminui a oferta desse tipo de produto.

Além disso, essas propriedades utilizam materiais de primeira linha em seu acabamento, em muitos casos, importados, e isso também agrega valor ao imóvel.

Soma-se ainda a essas características, o fato de que a localização e o tamanho das propriedades funcionam como um motor que impulsiona o ganho de valor, pois esses imóveis e terrenos interessam a diversos segmentos de públicos, desde construtoras, governos e outros clientes com grande poder de compra.

Além disso, a renda passiva gerada por imóveis de luxo pode ser uma excelente fonte de renda, porque algumas pessoas preferem pagar grandes alugueis, vivendo em um imóvel de alto padrão, do que comprar um.

Um personal broker deve saber todos esses fatos sobre o mercado no qual deseja atuar e estar atento às mudanças que ocorrerem.

 

Características de um personal broker

Além de profundo conhecimento sobre o mercado imobiliário, o que só pode ser alcançado após alguns anos de experiência, é esperado de um personal broker outras qualidades, por exemplo:

Eficiente rede de contatos

Uma forma de conquistar bons negócios para seus clientes é ter contatos em diferentes áreas, pois isso pode ajudá-lo a resolver problemas do freguês, como apresentar uma lista de decoradores talentosos, empresas que possam fazer reformas etc.

Além disso, a rede de contatos é fundamental para conquistar novos clientes. Uma dica é acompanhar as colunas sociais de sua cidade para começar a entender os hábitos das pessoas que compram imóveis de luxo.

Verdadeiro apreço pelo requinte

Não é crime nenhum o corretor de imóveis achar que as necessidades do público mais rico são fúteis, no entanto, isso significa que esse corretor não está pronto para atuar como personal broker.

Um personal broker deve gostar de falar — e estudar — sobre esse mercado de luxo, precisa entender como válidas às demandas do seu freguês.

Apreço por sua imagem

Um personal broker trabalha com sua imagem. Isso significa que esse profissional deve ter cuidado com a forma com que se apresenta, usando roupas bem cortadas e adequadas aos eventos que participa.

Contudo, o principal ponto que merece sua atenção é a sua credibilidade. Por se tratar de um mercado muito restrito, o personal broker não pode decepcionar um cliente, porque isso pode danificar sua imagem seriamente.

Planejamento financeiro

Apesar de fechar negócios com valores elevador, a comissão desse profissional não costuma ficar acima dos 2% do preço da venda. Além disso, não é todo dia que se vende uma mansão, não é mesmo?

Portanto, o personal broker precisa ter cuidado com as suas finanças pessoais para não pagar para trabalhar.

Respeito ao tempo do cliente e seus assessores

Uma das razões que faz com que uma pessoa procure um personal broker é não ter tempo (e nem vontade) para visitar imóveis. Por isso, esse cliente terceiriza a tarefa para esse corretor. Normalmente, o personal broker conversará apenas com secretários e assessores, por isso, as visitas precisam ser objetivas.

Foco na personalização

Toda essa objetividade precisa resultar na personalização do negócio. Por isso, o personal broker tem que dedicar tempo em escutar e entender às necessidades do investidor.

Como vimos neste artigo, o personal broker é uma versão segmentada da corretagem imobiliária. Trata-se de uma nova forma de atuar no mercado e deve ser avaliada por profissionais que se identificam com o mercado de luxo.

Fonte: Blog da Lopes