Blog

Mercado Imobiliário É Um Dos Investimentos Preferidos Dos Brasileiros

Um dos investimentos mais tradicionais que pode ser encontrado no Brasil é o feito no mercado imobiliário.

Embora pessoas mais jovens demonstrem menos vontade de comprar imóveis, por exemplo, isso não as impede de ingressar no mercado imobiliário enquanto investimento, como por meio da Letra Imobiliária de Crédito (LCI) ou de fundos imobiliários?

Mercado imobiliário é a negociação de terrenos ou qualquer construção sobre esses terrenos das mais diversas formas. Essa negociação pode ser feita tanto diretamente, quando um vendedor cede sua propriedade para um comprador, como por meio de fundos imobiliários, crédito imobiliário e qualquer outra forma de negócio que envolva bens imóveis.

Com grandes possibilidades de rendimento em médio e longo prazo, o mercado imobiliário oferece chances de estabilidade financeira, seja com a compra de imóveis para aluguel quanto para fundos imobiliários.

Embora a maioria dos brasileiros acredite que a compra de imóveis para aluguel é sempre um ótimo investimento, ao colocar os números na calculadora percebemos que isso nem sempre é verdade.

Tipos De Investimento No Mercado Imobiliário

Quem deseja investir no mercado imobiliário pode escolher entre três frentes diferentes:

  • Imóveis residenciais;
  • Imóveis comerciais; e
  • Fundos imobiliários.

Os imóveis residenciais são as clássicas construções que são feitas para serem vendidas a quem deseja sair do aluguel, quem precisa de um espaço maior ou deseja mudar para um local diferente.

Estes imóveis podem ser novos, usados ou mesmo na planta.

Os imóveis usados podem ser maiores do que os construídos mais recentemente e já vêm prontos para morar, exceto nos casos em que há a necessidade de reformar algum cômodo ou se os antigos moradores ainda estiverem no local.

Já os imóveis na planta costumam ser mais baratos, por serem vendidos antes mesmo da conclusão da construção.

Os riscos para este investimento são o de a qualidade do empreendimento ser inferior à vendida, o surgimento de reajustes não previstos em contrato ou ainda o embargo da obra.

Os imóveis comerciais, por sua vez, apresentam uma possibilidade de lucro maior, uma vez que empresas tendem a pagar mais pelo espaço, há que a localização é um ponto fundamental para o bom andamento do empreendimento.

O grande desafio é a inadimplência à qual o proprietário se sujeita se o negócio não der certo, independente do motivo do fracasso, como no caso de crises econômicas.

Fundos De Investimento Imobiliário

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) surgem quando alguns investidores foram um grupo com o objetivo de unir e aplicar seus recursos em negócios de base imobiliária.

Isso inclui o desenvolvimento de empreendimentos imobiliários, imóveis prontos, edifícios comerciais, hotéis, instituições de ensino, shopping centers e hospitais.

O fundo pode ainda vender cotas e a renda gerada com estas transações também podem ser utilizadas para a aquisição de títulos e ações ligadas ao setor imobiliário.

É aí que entram a Letra de Crédito Imobiliário (LCI), o Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI), ações de companhias do setor imobiliário ou mesmo as cotas de outros FIIs.

Analise O Mercado Imobiliário

Antes de investir o seu dinheiro, é importante conhecer o meio no qual está investindo.

Em 2007, vimos os Estados Unidos enfrentarem o grave problema da bolha imobiliária que deixou centenas de americanos endividados por atrasarem ou deixarem de pagar a hipoteca da casa própria.

No ano de 2014, ouvimos diversos boatos e rumores de que o Brasil passaria pelo mesmo problema após a Copa do Mundo daquele ano, o que nunca aconteceu.

Basta andar pelas cidades para ver o grande número de novos edifícios em construção.

Em contrapartida, nos últimos anos a Irlanda tem sofrido com a falta de imóveis disponíveis para acomodar os imigrantes que se mudaram para a ilha esmeralda após diversas empresas – em especial de tecnologia – abrirem filiais suas em cidades como Dublin e Cork.

Isso fez com que estes locais recebessem grandes investimentos para a construção de novos prédios residenciais e não falta demanda para as suas unidades.

Estes exemplos nos mostram que tanto a nossa margem de lucro quanto a segurança do investimento imobiliário variam de acordo com o cenário econômico do lugar no qual desejamos investir.

Todo investimento traz em si uma incógnita, mas, se for feita uma análise correta do cenário econômico e das possibilidades que esta aplicação pode trazer, o fator risco pode ser controlado.

Fonte: Suno Research