Blog

4 Dicas Para Se Tornar Um Corretor De Imóveis De Alto Padrão

Para Se Tornar Um Corretor De Imóveis De Alto Padrão, É Preciso Que Você Seja Um Corretor Completo, Antenado E Preparado Para Atender A Um Tipo De Demanda Diferente E Que, Apesar De Menor Do Que A Demanda Tradicional, Existe E Exige Um Tratamento Diferenciado.

O mercado de imóveis de alto padrão é procurado por pessoas que tem uma renda diferente da maioria da população e que mesmo sendo uma parcela menor, busca profissionais dedicados para definir que imóvel irá comprar. A venda pode parecer garantida nesse caso já que o comprador interessado não tem limitações financeiras para fechar a compra, mas é preciso cautela na hora de vender para esse público, pois eles são exigentes e, assim como qualquer outro comprador, terá dúvida e poderá buscar ou um novo profissional ou empresa antes de fechar o negócio.

Esteja ciente que o seu comportamento, comprometimento com a venda e até mesmo atenção na hora de tirar as dúvidas é fundamental em qualquer venda, ainda mais se tratando de uma aquisição de valor elevado. Há algumas dicas que valem para todos os tipos de corretores, mas que devem ser observadas com ainda mais cuidado se você estiver lidando com um público mais exigente.

Dica 1: uma boa aparência garante a primeira boa impressão na conversa

Esteja sempre alinhado e preparado para atender o seu cliente a qualquer momento. Uma boa aparência garante que a primeira impressão que o comprador tem de você é positiva e você terá a atenção do mesmo para conquistar nos primeiro minutos de conversa. Alguns pequenos agrados no atendimento ajudam a conta pontos e garantir a atenção do cliente por ainda mais tempo. Seja cordial ao recebê-lo, peça para que ele sente para você atendê-lo e ofereça um café ou uma água. Esse é um cuidado pequeno, mas que demonstra atenção.

Dica 2: conheça o mercado, seus produtos e outros itens para uma proposta mais fiel

Entender o mercado imobiliário é dica importante para todos os corretores de imóveis, seja de empreendimentos comuns ou de alto padrão. Saiba por qual momento está passando a economia, qual é a previsão para o futuro, se o momento é bom para vender e as oportunidades de crédito disponíveis. Com esse domínio em dia, você pode focar em aprender tudo sobre as unidades que você tem para ofertar e todos os detalhes que o ajudaram a montar uma proposta ideal para o cliente que está atendendo. Tenha sempre na ponta da língua as porcentagens que você tem para oferecer, os custos extras com documentação, valores de entrada e financiamento, se há alguma oportunidade no pagamento à vista, entre outros. Esse tipo de informação dada com precisão e rapidez ajudará você a conquistar a confiança do seu cliente e demonstrar qualidade e competência no seu trabalho.

Dica 3: conheça o seu cliente e dê tempo às coisas para não saturá-lo

Conhecer o seu cliente também é valioso para ditar o rumo da sua conversa e sabe entender o tempo dele é fundamental para garantir a qualidade da sua venda. Em uma primeira conversa, busque entender o que o seu cliente procura, quem ele é e o que faz, o tipo de imóvel que ele procura, estilo de vida que leva, entre outros. Esse tipo de informação te ajudará a direcionar as oportunidades que você tem de empreendimentos de acordo com o que combina mais com ele. Se você acertar nas opções que vai mostrá-lo, é um ponto positivo para dizer que você não só tem a atenção dele, mas está disposto a ajudá-lo a adquirir o seu imóvel. Além disso, saiba entender o tempo do seu cliente. Decidir por qual imóvel optar vai depender de alguma pesquisa por parte do cliente, então saiba entender que ele pode não retornar em poucos dias para fechar negócio. Deixe que ele te procure e mostre-se sempre disposto a ajudá-lo.

Dica 4: clareza e honestidade ajudam na conquista da confiança do cliente

Conquistar a confiança do cliente é o ideal para tornar a negociação saudável e tranquila para ambas as partes. Na hora de ofertas seus imóveis, lembre-se de detalhar com clareza os prós e contras do local para o seu comprador. Às vezes, o que pode não ser um contra para a grande maioria dos clientes, torna-se uma limitação para um cliente específico, por isso é importante conhecê-lo muito bem. Não gerar certas expectativas é fundamental para um bom relacionamento nas vendas.

Fonte: Só Corretor